domingo, 31 de julho de 2011

Lixo no lixo - praia no capricho

Em se tratando de praia o lixo doméstico é tema recorrente, pois mexe e remexe e o problema não se resolve.  A letargia do poder publico em solucionar o problema faz com os moradores de forma isolada procurem alternativas para armazenar seus residuos e que nem sempre é a mais adequada ou indicada.
A conseqüência  deste ato acaba sendo observado nna quantidade  lixo esparramado  por todas as ruas da praia, deixando o ambiente completamente desfigurado quando contratado com  a beleza da praia.  
A prefeitura de Porto Alegre, que também convivia  como omesmo problema,  recentemente inaugurou  um novo sistema para armazenar o lixo dos moradores. Tratasse de um sistema de coleta em que são usados contêiner de plásticos com capacidade de acondicionar até quinhentos quilos de residuos orgânicos.  A prefeitura disponibiliza e instala os coletores nas ruas e de tempo em tempo são recolhidos e substituídos.  O programa fez tanto sucesso que a prefeitura esta expandindo o novo  sistema de armazenamento para todos os bairros da cidade. 
Se a idéia é boa porque não copiar o modelo e implantar aqui nas praias.  
Com toda certeza  o sistema  humanizaria o armazenamento do lixo que hoje é realizado a beira das estradas sem critério e sem  a mínima segurança, tornando-se quase sempre um  problema de saúde publica.
Nós moradores do Campo Bom, preocupados com esta situação, sugerimos as autoridades publicas do município que  conheçam  este sistema  de armazenamento que é considerado pela crítica como prático, seguro e higiênico que  adaptem a idéia  e estenda o beneficio para as nossas praias.  O meio ambiente agradece.

Volpato