terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Balneário Campo Bom - Moradores irão fechar a estrada

O protesto tem o objetivo de reivindicar o cumprimento da promessa de asfaltamento do acesso às praias. O projeto, feito pelo estado, já existe.
Quando a prefeitura faz a manutenção, a estrada fica boa. O problema é que, depois de cada chuva, os moradores chegam a ficar isolados por conta das condições de tráfego.

Quem mora ou veraneia no nas praias que formam Campo Bom, em Jaguaruna, poderá ter dificuldade de acessar o balneário na sexta-feira (13) da próxima semana. A comunidade planeja fechar o acesso para as praias às 18 horas.
O protesto, organizado pela Associação de Moradores do Balneário Campo Bom, tem o objetivo único de pressionar pela pavimentação da estrada principal. São aproximadamente sete quilômetros de chão batido.
Quando chove muito, os buracos e lama deixam o local intrafegável. “Na virada do ano, o que tinha de carro quebrado não era brincadeira. Nos prometeram a obra há anos e até agora nada. Cansamos de esperar”, detalha, indignado, um dos diretores da associação, Dalmo Ribeiro Nascimento.
A pavimentação da estrada é relativamente simples, pois não existem pontes ou outros tipos de obras-de-arte especiais. Trata-se apenas da implantação da rede de drenagem e do asfaltamento, propriamente dito.
O projeto já existe há alguns anos. Foi feito pelo estado ainda no primeiro governo do hoje senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB). Mais tarde, foram empregados R$ 20 mil na revisão do documento, e desde então é esperada a concretização da obra.

“Vão asfaltar o acesso à Esplanada e a nossa vai ser quando?”, reclama Dalmo. A pavimentação do acesso ao Balneário Esplanada custará cerca de R$ 5 milhões. O recurso foi liberado pelo governo do estado no ano passado.
O Balneário Campo Bom é formado pelas comunidades de Campos Verdes, Montreal, Copa 70, Albatroz e Catarinense. Existem cerca de quatro mil residências na localidade, entre casas de moradores e veranistas.

Fonte ZAYRA MATAR NOTISUL 07/01/2012